HOMENAGEM ÁS MÃES



A rosa representa a pureza, a singeleza, o amor e a bondade.

Os espinhos dela representam as agruras, as vicissitudes da vida.

Sabemos que sem as agruras não crescemos, não desenvolvemos o potencial divino que carregamos em nosso espírito.

Então a rosa é a flor que melhor representa a mulher e a sublime missão desta que é a maternidade.

Todas as rosas da terra são poucas para homenagear as mães terrenas.

Bom seria se todas as bombas, as armas, os tóxicos se transformassem em rosas e num passe de mágica todos os filhos da Terra homenageassem suas mães e deixassem de pegar as armas, de usar bombas e se libertassem de seus vícios que matam os corpos dos filhos e dilaceram as almas das mães.

Bom seria se o amor maternal fosse suficiente para aplacar as discórdias, apagar os erros e iluminar os caminhos dos filhos.

Porém, sabemos que a mãe é como um guia protetor que conduz até a idade adulta, aconselha sempre e ama eternamente. Mas o filho é livre para seguir seu caminho, tomar suas decisões e construir sua estrada.

Mãe é e sempre será cooperadora de Deus, mas cada ser faz suas escolhas e responde pelos seus atos. Pois, se não fosse assim, podem ter a certeza de que as rosas as mães dariam aos filhos e consigo elas carregariam todos os espinhos.

Que Deus coloque nas mãos, no coração e no espírito de cada mãe uma rosa de luz, sabedoria, paciência e capacidade de perdão. Uma rosa de amor!

Com muitas rosas para todas as mães!




Irmã Maria Cândida 8