União

 

Um ínfimo raio de luz, uma fagulha sequer são suficientes para iluminar a escuridão. Mas para quem não vê nada, um ponto de luz, por menor que seja, é o inicio da esperança pelo fim das trevas, pela chegada da luz.

Mas se vários raios de luz se unirem, várias fontes, por menores que sejam, juntas são capazes de iluminar e estender a sua luz a quilômetros de distância.

Unam-se, irmãos, na prática do bem, na prática da caridade. Unam-se pela paz, que deveria reinar entre os homens. Pois somos filhos de um mesmo Pai e, portanto, deveríamos nos amar e nos respeitar, como verdadeiros irmãos. Que a bandeira da paz possa ser o estandarte que iluminará a humanidade.

Oremos pelo fim das guerras, dos conflitos que dizimam raças inteiras, destroem famílias, destroem lares, destroem vidas, destroem sonhos de um futuro melhor.

Oremos pela paz entre os homens, pelo fim dos conflitos religiosos, dos conflitos de poder por territórios, por riqueza.

Que as crianças possam ser crianças, possam usufruir a inocência da infância. Não é possível admitir crianças com armas nas mãos, lutando por causas que não são suas, por lutas que elas muitas vezes nem entendem.

Paz, Senhor!

Paz é o que queremos, paz é o que sonhamos para o nosso planeta, para a nossa Terra adorada.

Esperança! É tudo o que temos. E boa vontade no coração para mudar o  rumo que as coisas tomaram nos últimos tempos.

Que o sol ilumine os nossos horizontes, que a luz possa inundar os nossos espíritos de esperança e força.

E que as orações de cada um de vocês seja um pequeno foco de luz que ajudará a iluminar a escuridão que tenta se abater sobre o nosso planeta.

 

Um abraço fraternal do amigo Ulisses (08/09/07)