Fiz tudo errado 

 Descortina-se à minha frente uma nova realidade. Fui um filho muito rebelde que deu muitos desgostos a meus pais, coisa de que hoje me arrependo. Eu fiz da vida de meus pais um verdadeiro inferno. Eles sempre me deram tudo o que eu quis, de coisas materiais e de amor também, e eu não soube retribuir. Pelo contrário...


Eu fiz tudo errado, tudo. Desobedeci a meus pais, desafiava-os e chegava até a maltratá-los. Eu bebia demais, comecei também a usar drogas, e tudo isso pra quê? O que fiz de bom com isso? Nada. Nem pros meus pais e muito menos pra mim.


Acabei com a minha vida e, de certa forma, com a de meus pais também, porque eles sofrem até hoje por minha causa. Morri por causa da vida desregrada que levava e ainda deixei dívidas para meus pais, além da dor imensa que lhes causei partindo para o outro lado ainda tão jovem.


Hoje estou muito arrependido e peço a Deus que, por misericórdia, eu tenha a oportunidade de reparar tudo de ruim que fiz a meus pais, que tanto amor me deram e dão, que tanto me amaram e amam.


Ó Senhor, que possam outros jovens serem despertados antes de cometerem este desatino que é se deixar morrer pelo álcool e pelas drogas. Que possam crer que a vida continua após a morte e que sempre teremos que arcar com as conseqüências dos nossos atos.


Que Jesus ilumine essas mentes desvairadas dos jovens de hoje que agem como eu agi, meu desejo sincero é que um dia todos esses males se cabem: o álcool, as drogas, o fumo... e o que eu puder fazer para que isso aconteça, eu farei. Porque Deus me deu a oportunidade de melhora e, como diz o ditado: o trabalho dignifica o homem. Eu quero trabalhar pelo bem de todos.


Que assim seja!



Um abraço amigo,

Gustavo.