Um irmão arrependido 

 Eu sabia que estava indo por um caminho sem volta, mas eu adorava desafios e queria provar pra mim mesmo que eu seria diferente, que eu conseguiria me livrar das drogas ou parar de usa-las ao meu bel prazer.


Só não contava com a predisposição do meu organismo para ficar dependente das drogas. Eu que me achava inteligente não observei este detalhe.


Muitos jovens infelizmente são como eu – talvez a maioria – que se acha invencível, dono de si, que quer sempre provar pra si que pode mais que o outro. É para eles que eu quero falar em especial.


Digam um NÃO com letras maiúsculas sempre que alguém lhe oferecer drogas. Se disserem que você é fraco, prove o quão forte você é de impor seu ‘não’ e resistir à curiosidade de provar a droga.


É como acontece com os alcoólatras, evite o primeiro gole. Porque você não sabe se é como eu era, com essa predisposição para se tornar dependente. Jamais pague pra ver. Pode lhe custar a sua vida, como foi comigo, que morri por causa de uma overdose.


Graças a Deus fui socorrido, recebi tratamento (dos melhores) e muita orientação. O que me fez refletir sobre meus atos e me arrepender amargamente pelo suicídio cometido.


Portanto jovens, mantenham distância das drogas, sejam as ilícitas (até porque você pode ira pra cadeia) e as lícitas como o álcool e o fumo.


Tudo isso como nome diz não presta, e só faz mal a nós e aos que nos amam. Por favor, tenham personalidade, evitem ser “Maria vai com as outras” e digam NÃO às drogas, sempre. Do contrário eu os asseguro que se arrependerão.


Obrigado por me ouvirem.



Um irmão arrependido.


(mensagem psicografada 28/06/08)