Eu nunca quis que...

 
Eu nunca quis que a minha família sofresse. Eu nunca quis que eles passassem pelo que passaram. Já faz tanto tempo...

Principalmente minha mãe, quanto a fiz sofrer, quantas vezes a vi chorar, desesperada, sem saber o que fazer. Não foi culpa dela, não foi culpa de ninguém. A responsabilidade por tudo o que aconteceu comigo foi só minha, foi por minha vontade, por minha rebeldia que eu segui este caminho, que eu me embrenhei por um caminho sem volta, com coisas erradas, com pessoas erradas.

Meus pais me deram de tudo, me deram amor, educação, carinho, me ensinaram o que era certo e o que era errado, mas eu não quis aprender, eu não quis seguir uma vida correta. Eu nunca fui muito bom nos estudos, sempre gostei de ficar pela rua, desde menino, empinando pipa, subindo em muros e telhados, às vezes até assustando os vizinhos.

Tinha um monte de amigos, ou melhor, de falsos amigos, pois amigo de verdade quer o bem da gente e os meus só me levaram para o mau caminho.

Eu queria muito poder voltar no tempo e queria que a minha mãe soubesse que ela não teve culpa de nada, que ela fez o que podia, que ela deu o melhor de si para mim e para a minha irmã. Ela sempre fez tudo por nós, nos deu tudo o que ela podia, nos deu amor, educação, livros, viagens. Minha irmã soube aproveitar, mas eu não, eu não quis aprender, eu não tinha paciência para ler, para estudar, para conversar. Eu só queria vadiar, ficar à toa na vida.

E foi aí que eu dancei: comecei a usar drogas, comecei a faltar às aulas e me envolvi com pessoas perigosas. E numa tarde, há muitos anos, fui morto num confronto com a polícia.

Minha mãe quase enlouqueceu, minha irmã sofreu demais, afinal, apesar de tudo, éramos muito ligados, tínhamos uma ligação forte, apesar das nossas diferenças, uma ligação que nos uniu desde antes do nascimento, pois éramos gêmeos.

Como podem dois filhos dos mesmos pais, gerados ao mesmo tempo, no mesmo ventre, seguirem caminhos tão diferentes?

Eu não tive a força e a doçura da minha irmã para aceitar as oportunidades que recebi e seguir pelo caminho do bem, pelo contrário, me envolvi com bebida, com drogas, com pessoas erradas e acabei com a minha vida muito cedo.

Sofri muito depois que morri, não entendia o que estava acontecendo, não agüentava ver o sofrimento da minha mãe. Meu pai, que sempre foi quieto e calado, ficou ainda mais introspectivo depois da minha morte. Mas a minha irmã sofreu demais. Ela que sempre esteve ao meu lado, mesmo quando eu estava errado, ela que sempre tentou me abrir os olhos, me chamar para as coisas boas, me trazer junto com ela para o caminho do bem, ela que sempre me amou incondicionalmente, mesmo com todas as coisas erradas que eu fazia.

Chorei muito, tentei gritar, mas ninguém me ouvia. Eu via a minha família chorar, sofrer e eu não podia fazer nada.

Fiquei anos vagando sem rumo, continuei no caminho errado por muito tempo. Até que um dia, vi uma luz e resolvi ir até ela. Senti uma paz, um bem estar tão grande como eu não sentia há muitos anos. Eu já estava cansado de sofrer, de vagar, de me drogar e pedi ajuda a Deus. Lembrei da minha família, das coisas que eles me ensinaram a respeito de Deus, de Jesus e pedi ajuda. E a ajuda veio em forma de luz, em forma de um lar que me acolheu, de pessoas amigas e bondosas que me deram todo o apoio que eu precisava para me livrar do vício e me recuperar.

Hoje estou bem, tenho somente uma tristeza grande por ter perdido tanto tempo e por ter feito os que me amavam sofrer. Mas hoje sei que eles também estão bem, que já superaram a minha morte, que conseguiram seguir a vida adiante.

Espero um dia poder estar junto deles. A saudade e o remorso são muito grandes. Quero abraçar a minha mãe e a minha irmã e poder demonstrar a elas o quanto as amo e dizer perdão por tudo que eu fiz de errado e por todas as coisas que deixei de fazer por ter partido tão cedo.

Mas hoje sei que a vida continua após a morte e que um dia voltarei à Terra.

E que eu tenha forças suficientes para não errar de novo e me manter afastado das drogas.

 

Marcelo (07/02/09)