Tudo muito novo para mim...

 
 

 

            Tudo isso ainda é muito novo para mim. Tudo isso é muito esquisito e muito louco para o meu entendimento. Mas eu já sei que eu não tenho mais corpo. Eu já sei que eu morri. Mas ainda não entendo o que isso quer dizer.

Eu não tenho corpo, mas continuo sentindo tudo, ouvindo tudo, tenho vontade de drogas, continuo sentindo fome, dor, frio, compulsão.

Mas eu ouço e nem sempre as pessoas me ouvem, nem sempre respondem.

Minha mente está confusa, preciso de respostas. Vim aqui hoje junto com um amigo que me disse que tinha um conhecido que tinha seguido com uns enfermeiros para um lugar onde eles recebem tratamento e onde explicaram para ele muitas coisas que ele também não compreendia.

Disse que tinha umas pessoas que ajudavam pessoas como nós, “mortas-vivas”, e eu resolvi acompanha-lo aqui hoje. E gostei. Me senti bem, senti uma paz muito grande e nós dois já decidimos que iremos conhecer este lugar que eles estão falando que nos acolherá e nos dará tratamento e abrigo.

Obrigado Deus por esta chance que estamos recebendo.

Quem sabe agora, encontremos alívio, paz, descanso e resposta para as nossas indagações.

Obrigado,

 

Marcos Vinícius (07/02/09)