Máquina do tempo...

 

 

Minha vida transformou-se num vale de sombras desde que eu me envolvi com drogas. Um verdadeiro abismo me separa do rapaz saudável, feliz e sonhador que eu fui um dia.

Tive uma boa família. Tive a chance de estudar. Tive acesso a leitura, a viagens, tinha toda a informação necessária para me manter longe das drogas, mas isso não foi suficiente.

Não sei dizer como nem porque, mas em algum momento eu me perdi e entrei num beco sem saída, peguei o rumo errado da estrada e aí, quando eu me dei por mim, quando eu percebi a besteira que eu tinha feito, era tarde demais.

Era tarde demais pois eu já estava extremamente dependente, alucinado pelo efeito das drogas, não conseguia, por mais que eu quisesse, me livrar deste mal, deste inferno em que passei a viver desde o dia em que eu dei esse passo em falso na minha vida.

Como queria poder voltar atrás. Como queria que aquele dia fosse hoje, que eu pudesse mudar o meu destino, que eu pudesse começar de novo.

Como me arrependo por ter sido tão fraco, tão inocente e despreparado para enfrentar a insistência da turma, a pressão psicológica que fizeram para que eu experimentasse só um pouquinho, para que eu também curtisse aquele barato.

Eu queria ter uma máquina do tempo, como aquelas que a gente vê nos filmes holliwoodianos, que me permitisse voltar atrás e modificar o meu destino.

Estão conversando comigo e me dizendo que máquinas do tempo não existem, que o tempo não volta, que as oportunidades perdidas ficaram para trás, mas que Deus está me oferecendo uma nova chance de recomeçar, que somos espíritos eternos, passíveis de erros, mas que todos teremos uma nova chance se tivermosa vontade de modificar os nossos pensamentos e inclinações.

Vou partir com eles para me tratar e quem sabe, um dia poder voltar. Eles dizem que terei um outro corpo, uma nova família e que poderei fazer tudo diferente. Mas que agora preciso descansar, me tratar e estudar.

 

Juan (22/08/09)